Tag Archives: Inglaterra

Antico Restaurant

13 dez

Oi, pessoal!

Incrível, mas os melhores restaurantes na Inglaterra são as cantinas italianas! Cada dia me convenço mais de que Pub é pra tomar cerveja e comer Fish & Chips, fora isso você vai precisar de SORTE! 🙂


O Antico fica na charmosa cidade de Henley-on-Thames, que tem este nome justamente por estar localizada à margem do Rio Tâmisa. A cidade é pequena mas adorável, com uma agenda social bastante movimentada, conhecida pelas competições de remo e de outros esportes náuticos.

O Antico é uma típica cantina italiana pequena e aconchegante, com iluminação agradável e objetos por todo o lado compondo a decoração – inclusive no teto, claro.

Utensílios de cobre, canecas de porcelana, garrafas de vinho, instrumentos musicais… de tudo um pouco.

O toque inglês fica por conta da estrutura de madeira aparente da construção antiga, das cadeiras de veludo verde e dos sofás de veludo vinho de gosto duvidoso, mas que são bem vindos no frio e tornam o ambiente acolhedor.

A comida é deliciosa. Nos empolgamos com as entradas que são porções menores de massa e quase não conseguimos terminar o prato principal!!! Escolhemos Spaguetti alla Carbonara e Gnocchi al Pomodoro… hummmmm

Os pratos principais foram Escalope de Vitela à Milanesa e King Prawns ao Basilico (tempero à base de alho e manjericão). Tudo delicioso!

A carta de vinhos adequada e variada não decepcionou, e o atendimento… ah, que atendimento… Excepcional!

Para ajudar, o preço é bastante razoável.

Resultado: fomos os últimos a sair. 🙂

Antico Restaurant

Endereço: 49-51 Market Place, Henley-On-Thames, RG9 2AA

Horário de funcionamento: Seg – Sab: almoço 12:00 – 14:00  jantar 19:00 – 22:00

TEL: 01491 877025  / 01491 573060

Espero que tenham gostado!

Beijos,

Sol

Dica de Viagem: Bath

1 set
Oi Pessoal!

Bath fica no extremo oeste da Inglaterra, próximo à Bristol. A cidade é lindíssima por si só, com jardins belíssimos, lindas paisagens ao redor do rio Avon, muitos restaurantes agradáveis, cafés charmosos e lojas bacanas para se fazer compras. Mas sua principal atração turística são os Banhos Romanos, um complexo de piscinas de água quente que datam de 75 AC, portanto mais de 2 mil anos, e são um dos centros arqueológicos mais bem conservados do Norte da Europa.

The Roman Baths

Tinha um pouco de fila mas andou bem rápido, cerca de 15 minutos. Não desanime não porque vale a visita!

The Roman Baths

A entrada para visitar os Banhos Romanos custa £12.50 por pessoa. O museu disponibiliza visitas guiadas em inglês de hora em hora, que duram cerca de 40 minutos e também um sistema de “auto guia” onde você recebe uma espécie de comunicador (este que está no meu pescoço na foto abaixo 🙂 ) com gravações em diversas línguas. É só digitar o número que consta no local onde você se encontra para ouvir todas as informações referentes à ele. Infelizmente não tem em português, mas tem em espanhol que já ajuda quem não tem inglês fluente. Eles tem também uma versão para as crianças numa linguagem mais lúdica.

The Big Bath

A parte superior com as estátuas não é tão antiga, é do século XVIII. Depois da partida dos romanos o templo pagão foi destruído, os banhos caíram e foram soterrados. No século XII construíram o Banho do Rei diretamente por cima da Nascente Sagrada, sendo usado para banhos terapêuticos e para nadar, e somente no século XVIII descobriram a parte soterrada dos Banhos Romanos.

The Big Bath

Ainda no século XVIII  a água passou a ser muito apreciada também para beber, e com esta finalidade foi construído o Pump Room. Você também pode sentar-se lá para tomar uma água, um café ou almoçar.

Pump Room & King's Bath

Na foto acima, dá pra ver um pouco da parte moderna do complexo logo acima do Pump Room. Não tirei foto 😦 mas lá funciona um SPA e pagando £25.00 você pode banhar-se nas águas terapêuticas como os romanos faziam e desfrutar de vários ambientes, por duas horas.  Tinha uma “filazinha” na porta, melhor se prevenir, ok? Se você estiver em um grupo com mais de 8 pessoas ou agendar um tratamento poderá marcar horário com antecedência.

Foto propriedade de Thermae Bath Spa

 

Nesta foto da maquete abaixo dá pra se ter uma idéia do tamanho do complexo construído pelos romanos, que incluía também pátios para práticas de esportes, salões de massagem, saunas, e áreas de descanso.

Aqua Sulis

 Abaixo, a Nascente Sagrada que era utilizada apenas para cultos. Ao redor dela foram construídos os Banhos Romanos (Aquae Sulis) e o Templo.  Subindo de uma profundidade de 3.000m, a água contém 43 minerais e corre à razão de 1.250.000 litros cúbicos por dia a uma temperatura constante de 46,5°C e borbulha como champagne!!!

Nascente Sagrada

A água era distribuída para as outras piscinas por meio de canais internos e externos, como mostram as fotos e esta outra maquete abaixo 

 

Sistema de abastecimento das piscinas

Tour virtual pelos Banhos Romanos aqui.

Ao lado dos Banhos Romanos está a Abadia de São Pedro e São Paulo, mais conhecida como Bath Abbey. Foi construída em 1.499 e abriga um também um Mosteiro Beneditino. Na praça formada por estes dois pontos turísticos ficam muitos artistas se apresentando. Neste dia havia música medieval e este casal de estátuas vivas de John Lennon e Yoko Ono (que assustou a criança…rs).

Bath Abbey

Bath tem jardins maravilhosos, e uma atmosfera de tranquilidade e relaxamento que contagia. Este é o Parade Gardens.

Parade Gardens

Parade Gardens

Você pode conhecer os outros pontos turísticos de Bath no famoso ônibus vermelho da Sightseeing Tour, presente nas principais cidades turísticas da Europa.

Sightseeing Tour

 

Pode fazer passeios de carruagem…

 

Carriage Tour

 

E de barco também.

Vista da Pultney Bridge, sobre o rio Avon

The Pultney Bridge
 
A cidade era um dos refúgios preferidos da escritora Jane Austin (que eu citei no post de Winchester). Existe um museu em sua homenagem, o Jane Austin Centre e passeios turísticos aos locais que ela frequentava.
 

Jane Austen Centre

Um passeio à pé pela margem do rio Avon no Riverside Walk, também é muitíssimo agradável. Neste domingo de sol havia várias famílias passeando com seus barcos nas águas calmas e limpas do rio.

Riverside Walk

Se vier à Inglaterra, não deixe de conhecer esta encantadora cidade!

Mais informações sobre horários, localização e visitas à Bath aqui, no site oficial da cidade (em inglês).

Beijos,

Sol

 

 

Wright Brothers – London

20 jul

Oi pessoal!

Achamos um lugar muuuuuuuito legal em Londres!!! É um restaurante bem diferente do convencional, e como adoramos isso, ficamos fãs!

Como o nome já diz, a especialidade do Wright Brothers – Oyster & Porter House é a ostra, e logo na entrada já se percebe que isso não é só um título na fachada.

 O lugar é pequeno, a iluminação amarelada, na decoração tem muito tijolinho, madeira,  ferro fundido, cobre e tubulações aparentes.

Há 2 mesas grandes para grupos. Casais e grupos menores sentam-se  no balcão ou nos bancos na calçada, onde 3 barris enormes servem de mesa de apoio. 

Tudo isso faz o lugar parecer um bar descolado no cais do porto, mas fica em frente ao Borough Market, que também vale a pena conhecer. Recentemente inauguraram a segunda unidade em Londres, no Soho. No País de Gales atendem no The Ferryboat Inn, um pub com mais de 30o anos à beira do mesmo Rio Helford, onde fica a fazenda.

As ostras são provenientes da França e de uma fazenda para cultivo de ostras no Rio Helford, ao sul do País de Gales. Ficam numa geladeira bem na frente do balcão, são abertas na sua frente e servidas em bandejas com gelo picado. Tudo muito fresco.

No cardápio há outros pratos com peixes, camarões e frutos do mar, saladas e, para minha surpresa, algo que poucos lugares como este têm: um menu infantil com carne, batatas fritas, peixe e macarrão.

As opções de sobremesa são poucas, mas boas, incluindo este Crème Brülle.

Bebidas para todos os gostos: você pode escolher entre diversos tipos de cervejas, vinho ou champagne. Esta mais clara , a Aspall, é do tipo cidra, bem leve.

A único porém continua sendo o toilet… estava limpo, mas a porta fica bem ao lado das mesas e dá direto numa única “cabine”. Bem inconveniente…

O atendimento é muito bom, e eu desconfio que se você for para jantar ou almoçar, talvez não encontre lugar. Nós já tínhamos almoçado, fomos num horário intermediário, por volta das 18h, e mesmo com diversos lugares à disposição nos perguntaram se tínhamos reserva. Queríamos sentar no balcão da frente e não estava disponível, depois acabaram deixando. As reservas podem ser feitas pelo site ou pelo telefone.

Recomendo muito!!!

Informações:

The Wright Brothers – Oystrer & Porter House

11 Stoney Street
Borough Market
London
SE1 9AD

020 7403 9554
www.thewrightbrothers.co.uk

Você conhece algum restaurante bacana para se comer ostras de qualidade no Brasil? Conte pra gente!

Beijos,

Sol

Jamie’s Italian – by Jamie Oliver

9 jul
 Estive no restaurante do Jamie Oliver, em Reading (UK) e adorei! Como sou fã das receitas dele, a visita foi meio total tietagem… hehehe
Foto propriedade do site Jamie’s Italian
 

O Jamie’s fica na parte externa do shopping  The Oracle Centre, o maior da cidade. Através das paredes de vidro podemos avistar o Rio Kennet, um canal do Rio Tamisa que passa pelo meio do Shopping (!).

Foto propriedade do site Jamie’s Italian
       O restaurante é bem bonito, o preço bem razoável (cerca de £12.00 a £16.00 cada prato) e o atendimento excelente. O publico é variado, com casais, famílias, amigos e jovens descolados.

Os pratos da culinária italiana são bem servidos e, como era de se esperar, saborosos e muito bem decorados. O diferencial fica por conta do uso dos temperos frescos, que dão aquele aroma de comida caseira. Além dos pratos do cardapio super detalhado, que te faz ler pelo menos 3 vezes cada prato antes de se decidir, eles oferecem duas sugestões de pratos do dia escritas nas lousas no alto das janelas, como podem ver na foto acima.

Pedimos para entrada esses Mini Chilli Peppers recheados com atum, alcaparras e anchovas. Por incrível que pareça alem de muito gostosos estavam bem suaves!

Quem reparou no guardanapo fofo do tempo da vovó? Voce pode comprar livros de receitas e vários outros produtos com a marca Jamie Oliver, inclusive esses guardanapos, panos de prato e avental.

Como prato principal optamos por uma das sugestões do dia, que era o Gnocchi com molho tomates e carne de carneiro desfiada. Divino! Só não ficou melhor que o MEU Gnocchi!!! hahaha (receita aqui!)

Para sobremesa dividimos essa Chocolate and Espresso Tart.  Uma  torta  d-e-l-i-c-i-o-s-a, de chocolate e café com figos cristalizados e creme fraiche de laranja.

Aqui na foto do menu alguns preços dos produtos e a mensagem do Jamie.

Menu

A única coisa que deixou um pouco a desejar foi a limpeza, o que aqui na Inglaterra não se pode esperar mesmo. Incrível, mas ainda não entrei em nenhum restaurante que merecesse uma nota 10 ou 9 neste quesito.

      DICA: O shopping possui um staff disponível para atender aos clientes em mais de 15 linguas, inclusive português.

Endereço:

Jamie’s Italian
Unit 1 Riverside level
The Oracle Centre
Reading
CEP: RG1 2AG

Tel: 0118 907 0808
Fax: 0118 968 0766

Estacionamento no shopping ou 5 minutos caminhando da estação de trem de Reading

horários:

2af – Sabado: 12h00 – 23h00

Domingo: 12h00 – 22h30

       Gostou do post? Clica em gostei!

Beijos!

Sol